A pílula com insulina pode mudar a vida de pessoas com diabetes – a Revista de Hoje

   Uncategorized

Pacientes com diabetes tipo 1 pode escapar, no futuro, do estresse e cuidar de injeções! Os cientistas descobriram um método eficaz, pelo que a dose diária de insulina entra no corpo em forma de pílulas. Basicamente, estes comprimidos para substituir as injeções, como uma solução mais conveniente para os diabéticos. O estudo, numa primeira fase, de animais de laboratório, foi realizado por pesquisadores da Universidade de Harvard, reino Unido. Eles afirmam que a pílula oral é uma opção muito melhor, pelo fato de que ele imita com mais precisão do que as injeções de forma natural na qual o pâncreas cria, e são portadores de insulina.

O shell de tomar a pílula, resiste ao ataque do ácido do estômago

A chave para esta abordagem é o transporte da insulina em um iônico líquido composto de colina e ácido geranic. Este líquido é introduzido em uma pílula que tem um revestimento resistente aos ácidos gástricos. Basicamente, os cientistas conseguiram passar um grande obstáculo, que, como a pílula, a não ser dissolvidos por ácidos gástricos. O shell dissolve-se apenas quando chega no intestino delgado. Esta pílula é fácil de produzir e tem a vantagem de que ele pode ser mantido em temperatura ambiente por dois meses sem degradar. A pílula irá ser, certamente, uma alegria, e para as pessoas que não conseguem fazer seus regulares injecções de insulina.

“Muitas pessoas não conseguem fazer as suas injecções de insulina, devido ao medo da dor, a fobia de agulhas, mas também como resultado do programa carregado. As consequências necontrolării de glicose no sangue pode levar a sérios problemas de saúde”, disse um dos autores da pesquisa, o prof. Samir Mitragotri.

Os cientistas pretendem continuar seus estudos em animais, mas e assim que os testes em pessoas, especialmente de que o ácido geranic e colina já são considerados seguros para o corpo humano.

Fonte: www.seas.harvard.edu

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *