Vamos esperar por uma crise de antibióticos? – Revista Galenus

   Uncategorized

Em um período no qual não é falar sobre uma possível crise financeira, o Acesso ao Medicamento Foundation (Holanda) chama a atenção para uma potencial crise de antibióticos, o que pode ter efeitos dramáticos. Nas condições em que nos últimos anos a resistência a antibióticos tem aumentado, e algumas dessas drogas são mais difíceis, os membros da fundação argumentam que os fabricantes estão baseados em um número insuficiente de fornecedores de ingredientes-chave. Um número muito pequeno de antibióticos pode levar a surtos de doenças que podem ser tratadas.

Problemas nos mecanismos de alimentação com ingredientes-chave

O acesso à Medicina Fundação adverte que alguns dos antibióticos que salvar vidas já são em número demasiado reduzido, tais super-bactéria pode seriamente colocar em perigo a saúde dos pacientes. Um exemplo dado pelos autores do presente aviso mostra que uma forma de penicilina não está disponível a partir de 2015, em mais de 30 países, entre os quais estados unidos, Canadá, Alemanha, Austrália. Por outro lado, há falta de produtos na base da substância activa pip-tazo, usado em antibióticos, em 2016 – quando uma forte explosão ocorreu em uma fábrica de ingredientes farmacêuticos da China. Outro exemplo é o do antibiótico benzatina benzilpenicilinei G, problemas na cadeia de entrega em mais de 39 países, entre os quais a Alemanha e o Brasil.

Fonte: dailymail.co.reino unido

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *